Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de julho de 2019

Bandeirantes, a lata de lixo do "jornalismo"


Reinaldo Azevedo enganou muita gente por muito tempo, inclusive eu, que o admirava profundamente. Mas um belo dia Reinaldo resolveu rasgar a sua fantasia e expor o seu verdadeiro caráter (ou a falta dele). E quem o acolheu quando se revelou? A Bandeirantes.

Marco Antonio Villa enganou muita gente por muito tempo. Com exceção de seu primeiro livro - Jango - sempre achei seu trabalho intelectual muito fraco. Mas nada tinha a opor em relação ao seu caráter. Mas um belo dia Villa resolveu rasgar a sua fantasia e expor o seu verdadeiro caráter (ou a falta dele). E quem o acolheu quando se revelou? A Bandeirantes.

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Centrão...


O crápula Rodrigo Maia disse que a reforma da previdência é obra do Centrão.

Bem, a última coisa que foi obra do Centrão foi a maldita constituição de 1988, que destruiu o país.

É claro que a reforma da previdência não é obra do Centrão. O Centrão, neste caso, foi empurrado pelo curso da história.

A aprovação da reforma da previdência é uma grande vitória para o futuro do Brasil. Mas seria melhor ainda se vermes como Rodrigo Maia e David Alcolumbre não existissem na política.

Um dia histórico


Sou extremamente pessimista em relação ao futuro do Brasil. Sou extremamente crítico ao governo Bolsonaro. Mas não posso deixar de reconhecer que ontem foi um dia para entrar na história.

Delfim Neto já declarou em entrevista que enquanto era ministro todo poderoso do regime militar nunca conseguiu ver implantada na prática nenhuma decisão sua que prejudicasse interesses de funcionários públicos. Sem contrariá-lo frontalmente, o sistema simplesmente absorvia suas ordens e as fazia desaparecerem nos corredores infindáveis da burocracia estatal.

Além disso, desde 1988 estabeleceu-se no Brasil um sistema onde o congresso só funciona quando devidamente comprado pelo executivo.

Portanto, o que ocorreu ontem foi histórico:

- Primeiro, aprovou-se uma reforma que prejudica interesses de funcionários públicos;
- Segundo, foi aprovada sem o toma lá, dá cá.

Como a história é escrita pela esquerda, é possível que os livros de história jamais reconheçam a magnitude do que ocorreu ontem. Mas nós, que estamos vivos e testemunhando os fatos, não podemos deixar de reconhecer.

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Uma vez Flamengo ...


Há alguns dias uma certa pessoa cantou o hino do Flamengo para o Bolsonaro ("Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer"), e concluiu dizendo que desejava que não demorasse muito.

Seu desejo deu certo, já partiu.

País de mer ... da


Todo o dia um "jornalista" estrangeiro residente no Brasil, financiado por bilionário globalista internacional com o objetivo de desestabilizar o governo do país, comete crimes, divulga informações fraudadas, literalmente pinta e borda como se o Brasil inteiro fosse a sua latrina particular.

E qual a reação do aparato estatal?

Bom, ao menos de forma perceptível não há reação nenhuma. No máximo uma das investigações burocráticas intermináveis da PF, que nenhum resultado terá.

Enquanto isso, o gringo bancado pelo bilionário globalista seguirá atuando como se fosse o imperador do Brasil, usando todo o poder da grana do seu financiador para desestabilizar o governo e manter o país no atraso que vive há 5 séculos.

Este governo covarde, bunda mole, que não reage, é um governo substancialmente formado por militares. Nada mais previsível partindo de militares que viveram a vida inteira engordando nos quartéis, e o maior risco que enfrentaram foi o risco de não haver reajuste nos soldos...

domingo, 7 de julho de 2019

Do Olavo de Carvalho


Moderação na defesa da verdade é serviço prestado à mentira.

terça-feira, 2 de julho de 2019

Vampiros


Vi no site Renova Mídia que policiais, revoltados por serem tratados como brasileiros comuns pela reforma da previdência, gritaram "Bolsonaro traidor!" hoje nos corredores da câmara.

Num país com 5 séculos de privilégios, com 5 séculos de segregação entre privilegiados e pagadores de privilégios, parece que ser tratado como cidadão comum é motivo de revolta para quem se acostumou com as mamatas.

Privilegiados, como estes policiais, que não querem abrir mão dos seus privilégios são verdadeiros vampiros do sangue do povo brasileiro.