Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

O verdadeiro chefe do Ministério Público não é Janot

A extinção da delação premiada de Leo Pinheiro, que tinha potencial de aniquilar Lula, mostra quem é o verdadeiro chefe do ministério público no Brasil - Lula.

Restará para a história um dia descobrir se o papel da Veja neste processo foi ingênuo ou proposital. Afinal, deve ter sido a primeira vez na história da publicação em que a capa não guardava nenhuma correlação com o conteúdo.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Muita sujeira

Janot suspendeu a delação premiada de Leo Pinheiro, após a capa da Veja desta semana.

Quem fez o jogo de quem, quem entrou de ingênuo?

Não sei.

Sei que para quem não desejava a delação, ou tentava ao menos retardá-la, a capa da Veja caiu como uma luva.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Democracia contemporânea

A democracia contemporânea, no Brasil, nos EUA, ou em outros lugares, se transformou numa falácia que une políticos de esquerda e empresários ultra ricos para domínio do estado e enriquecimento mútuo, em detrimento do povo.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Porcos canalhas

A cidade está toda emporcalhada com pichações de "fora Temer".

Os lacaios petistas transformam o espaço público numa sujeira. Aliás, petistas transformam em sujeira tudo o que tocam.

Jovens e velhos

Jovens, do alto da soberba da sua completa ignorância, via de regra não possuem tolerância com os mais velhos. Sabendo disso, o PT derrotou Serra e elegeu o poste Haddad dizendo que São Paulo precisava de um novo homem.

Mas o que pode levar o jovem intolerante a se encantar com um velho de 81 anos? O fato de o velho ser declaradamente comunista.

Assim, uma boa parte dos que votaram no novo Haddad votarão na velha Erundina.

sábado, 13 de agosto de 2016

Galvão Bueno e Dilma

Dilma pedalou, infringiu as leis e cometeu crime de responsabilidade. Mas na sua opinião, e na dos petistas, isso não foi nada, foi uma bobagem, que todo mundo faz, etc.

Galvão Bueno não calava a boca, e ocasionou o cancelamento da partida de uma prova de natação, pois as regras da competição exigem silêncio total. Questionado, disse que é tudo uma bobagem.

Típicos brasileiros. Regras a serem respeitadas são só as que valem para os outros.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Do Olavo de Carvalho

Só o que mudou, nesse ínterim, foi a identidade ideológica dos personagens. A  minoria bilionária age em parceria com a esquerda internacional -- isto é, com os herdeiros de Trotski -- para impor a populações estupefatas, por vias transversas que neutralizam o processo legislativo, as mudanças socioculturais mais artificiosas e contrárias às crenças e valores do povo: feminismo, gayzismo, desarmamento civil, multiculturalismo, liberação das drogas, sexualização prematura das crianças nas escolas, dissolução das identidades nacionais por meio da imigração forçada, anticristianismo militante etc. etc.
A aliança mundial de globalistas e esquerdistas é o fenômeno mais geral e importante da nossa época, e não há um só fato da vida cultural ou política ocidental que não seja, em mais ou em menos, determinado por ela.
À troca de papéis corresponde, pari passu, a inversão não só do conteúdo, mas da própria função do discurso público: a classe dominante rouba as palavras do povo para condená-lo e intimidá-lo como se ele fosse ela, e ela o povo. Intelectuais, artistas, jornalistas e publicitários pagos generosamente pela elite governante bilionária fazem-se de defensores da população ludibriada para poder continuar a ludibriá-la e a acumular poder e dinheiro sob os pretextos mais sedutores e hipnoticamente populistas que uma mendacidade ilimitadamente inventiva já logrou conceber.

Esse discurso meticulosamente invertido é uma invenção, já velha, de engenheiros sociais que, é claro, não se deixam enganar pelo seu próprio ardil. Mas, quando a moda se dissemina no baixo clero do show business, das universidades e da mídia, ela modifica profundamente a psique de multidões inteiras de idiotas úteis, que sentem – e sentem com muita emoção – estar dizendo a mais pura verdade no instante mesmo em que repetem chavões que sua própria experiência direta desmente da maneira mais flagrante. É a síndrome da autopersuasão histérica que, como já explicava o dr. Andrew Lobaczewski, se espalha entre pessoas de mente fraca quando colocadas sob a influência de psicopatas astutos.